Entrevista: Dra. Sylvia Angélico fala com exclusividade para a Cãopcake!

Entrevista: Dra. Sylvia Angélico fala com exclusividade para a Cãopcake!

Tudo bem peludos e pessoas?

Nosso blog recebeu a visita de uma das maiores autoridades em alimentação natural para cães e gatos do Brasil. A Dra. Sylvia Angélico, médica veterinária e criadora do site Cachorro Verde nos concedeu uma entrevista exclusiva onde fala de como a escolha dos alimentos adequados contribui de forma positiva para a saúde de nossos peludos.

Confira nosso bate-papo!

Cãopcake: Dra. Sylvia, obrigada por nos conceder essa entrevista para nosso blog e pela generosidade em ajudar e orientar tantos tutores que buscam o melhor para seus animaizinhos! Seu site Cachorro Verde é pioneiro no país e referência quando o assunto é alimentação natural para cães e gatos. Como surgiu o interesse por esse tema?

Dra. Sylvia: Foi no terceiro ano da faculdade de veterinária, eu comecei a estudar a grade de nutrição e achei engraçado que só se falava de ração e na época meus cães todos estavam comendo ração, uma ração considerada de qualidade, super premium, e eu achei que o resultado não estava muito bom. Todos estavam soltando muito pelo o ano todo, estavam com mau hálito, estavam todos meio acima do peso, mesmo comendo só um pouquinho e minha salsichinha tinha otites de repetição, a cada três meses ela tinha uma otite e eu comecei a questionar se isso não poderia estar vindo da alimentação e acabei encontrando muito apoio fora do brasil, muitos pesquisadores e veterinários que publicaram livros defendendo que os pets também devem comer uma dieta natural, minimamente processada, variada como a nossa. Importei esses livros e entrei em contato com essa realidade e fiquei encantada e coloquei em prática com as minhas cachorras e já vi resultados logo no primeiro e segundo mês. Todos os cachorros emagreceram, a cachorrinha que tinha otite nunca mais teve, vai fazer oito anos que ela não tem um episódio de otite. As otites eram provavelmente alérgicas e tinham relação com a ração, todos melhoraram a questão do mau hálito e ai, desde então, não parei mais de estudar a alimentação natural.

Cãopcake: Em sua opinião uma alimentação natural balanceada contribui significativamente para que cachorros e gatos tenham uma vida mais longa e com qualidade?

Dra. Sylvia: Sem dúvida, Denise. Eu acho que da mesma forma como é indicado pra gente uma dieta que tenha o mínimo possível de alimentícios industrializados, de alimentos ultra processados, de alimentos refinados, também é interessante que eles consumam a dieta deles assim. Acho que isso traz saúde, traz longevidade, traz bem estar. Já há alguns trabalhos científicos balizando essa questão, eu tenho alguns até no meu site, se você quiser dá uma olhada eu posso te passar e eu acho que o bom senso meio que já mostra isso pra gente, ne? Que a comida que vem do pacote, que dura um ano fora da geladeira, cheia de conservantes não pode ser tão saudável, apesar de ser também balanceada mas não pode ser tão saudável quanto aquela que a gente prepara com alimentos in natura e variados, né?

Cãopcake: No mercado, encontramos uma grande diversidade de rações e petiscos industrializados repletos de conservantes, palatabilizantes, corantes artificiais e ingredientes transgênicos. Quais impactos do consumo sistêmico desses alimentos pode causar à saúde dos peludos?

Dra. Sylvia: Essa é uma ótima pergunta. Os mesmos problemas que podem causar a nossa saúde, então alguns conservantes estão relacionados com maior risco de incidência de câncer, como é o caso do BHA, inclusive também é citado como um possível cancerígeno por algumas agências canadenses e norte americanas. O BHT é considerado um irritante de mucosas. A etoxiquina, que é um conservante usado pra farinha de peixe, é bem complicado também, bem controversa pra saúde e a gente tem a questão dos outros aditivos que você comentou aqui, os corantes, o corante caramelo que está relacionado com alterações na estrutura do carboidrato, as toxinas fúngicas que você não falou aqui mas que são um risco grande das rações a base de milho e soja que é quando a gente armazena milho e soja em silos, elas acabam atraindo fungos e esses fungos produzem toxinas que são extremamente danosas à saúde, principalmente à saúde das glândulas, a saúde endócrina, saúde neurológica, imunológica, e a gente tem a questão dos transgênicos. Hoje nós sabemos que alimentos transgênicos como milho e soja também que são os alimentos que a gente mais consome e cultiva no brasil, vegetais, eles são frequentemente contaminados com pesticidas, como um pesticida chamado “Glifosato 2,4 D” que deixa resíduos nessas culturas, nesses cultivos, e esses resíduos são, segundo alguns pesquisadores, potencialmente cancerígenos então é complicado o animal comer isso todos os dias como sua única dieta, ele acaba se expondo a um risco maior, a meu ver, de desenvolver câncer e outras doenças crônico-degenerativas.

Cãopcake: Às vezes os tutores tentam fazer tudo certo, elegem a alimentação natural, executam a dieta de forma correta. Qual a importância da escolha do recipiente para armazenamento e congelamento?

Dra. Sylvia: É difícil a gente recomendar que seja vidro que seria o melhor receptáculo para armazenar as porções porque o vidro precisa ser um vidro especial para congelar que não vá rachar, que suporte as baixas temperaturas do freezer e o vidro deixa o freezer muito pesado e ele pode acabar em um acidente caindo, quebrando, enfim tem alguns empecilhos além de ser bastante caro. Então, a maioria das pessoas utilizam plástico mesmo ou saquinho ou embalagem tipo pote descartável, de margarina ou de outro alimento e ao meu ver tudo bem, desde que a gente lave com água fria para não acabar esquentando o plástico, não coloque no micro-ondas ou dentro de água quente, nada do tipo assim, troque esses potes de tempos em tempos, a cada seis meses, um ano, no máximo, e quem tiver a opção de escolher potes de plástico que sejam sem bisfenol, sem fitalatos que são disruptores endócrinos, ou seja, que atrapalham a saúde das glândulas, ai melhor ainda, mas aqui em casa mesmo vai plástico normal. As embalagens descartáveis de alumínio eu não costumo indicar muito porque o alumínio acaba indo para o alimento e é considerado hoje um metal pesado que acaba se acumulando no organismo gerando problemas também até porque está presente em muitas coisas que a gente consome, que os animais consomem também em medicações, em vacinas, e às vezes até na água, eu não costumo indicar a embalagem descartável de alumínio.

Cãopcake: A escolha de petiscos e guloseimas também podem contribuir para a saúde dos peludos?

Dra. Sylvia: Claro! A gente deve sempre preferir petiscos e guloseimas que complementem positivamente a dieta, não agradem só o paladar dos peludos. Então, pedaços de frutas, frutas como maçã, banana, pera, melão, melancia são boas opções, uma colherada de iogurte natural integral de boa qualidade, sem conservantes, ovinhos de codorna cozidos, muitas coisas a gente pode dar, pedacinhos de legumes, pedaços de brócolis ou fazer biscoitos com alimentos de boa qualidade e sem conservantes, farinha de aveia, alimentos funcionais, amoras, farinha de coco, óleo de coco, enfim, muita coisa que a gente pode fazer no âmbito dos petiscos e guloseimas que complementam positivamente a saúde deles sim. Não adianta a gente fazer uma dieta maravilhosa e entre as refeições a gente serve um petisco de supermercado que é cheio de sal e açúcar, pior que o açúcar eles colocam com frequência o xarope de alta frutose de milho que é muito deletério para a saúde e muitos aditivos, corantes, conservantes e glutamato monossódico para realçar o sabor, nitrato e nitrito que são conservantes que têm potencial cancerígeno também. Então é importantíssimo a gente rever essa questão de petiscos e guloseimas porque senão é daí que nosso animal está ingerindo alimentos que prejudicam a saúde, aditivos e contaminantes. Com certeza, tudo tem que está em harmonia. Os petiscos, até porque eles são dados com frequência, diariamente, às vezes em grande quantidade em sessões de treinamento e é dieta também.

Cãopcake: Dra. Sylvia, obrigada, mais uma vez! Agradecemos de coração.

Dra. Sylvia: Obrigada pela oportunidade de falar um pouquinho minhas colocações e espero que essa entrevista ajude vocês e que vocês possam divulgar e um beijão pra vocês e um beijão para Mamá que é uma fofa. Até mais!

Comente!

Style switcher RESET
Body styles
Color scheme
Background pattern
Background image